Se a publicidade e o marketing do passado eram extremamente voltados para a divulgação do produto/serviço apenas em suas qualidades e usabilidades, hoje, no meio digital, o foco é outro: para conquistar o cliente, é preciso não apenas convencê-lo de que o produto é bom, mas também que a marca promove uma boa experiência, tem juízos de valor e coloca o cliente no centro de seus negócios. E o caminho encontrado para divulgar todos esses critérios tem sido o conteúdo relevante.

Esse tipo de estratégia traz um engajamento que, futuramente, se torna um importante veículo de experiências digitais: a informação — valiosa como é —, nesse caso não é um adendo e sim uma parte fundamental da construção de uma jornada digital de relacionamento com o consumidor.

Transforme aprendizado em resultados com os cursos do Mundo do CX

Esqueça as “receitas de bolo”

Muito provavelmente você já viu, em algum blog ou site, uma listagem de ações e estratégias que, eventualmente, se transformarão em conteúdo relevante. Mas a verdade é um pouco mais complexa que a receitinha do bolo: promover um conteúdo que seja de fato expressivo para o consumidor não segue uma sequência de regras, mas se adapta ao modelo de negócio e estilo de comunicação que a marca deseja estabelecer com seus clientes.

Em outras palavras, a criação de conteúdo relevante depende de forma direta do tipo de cliente que a empresa possui e pretende atrair. E a palavra mandatória da conversão em sucesso que esse conteúdo trará é totalmente ditada pela criatividade.

Leia mais:Da autenticidade à influência: crie conteúdo relevante e ganhe dinheiro

Promover um conteúdo relevante não é somente trazer uma informação nova e sim pensar em como esse novo conhecimento se relacionará com o consumidor — e mais do que isso, como o aproximará da marca. A ideia, dessa forma, é proporcionar algo único, ligado ao produto ou serviço ofertado, de maneira criativa.

Como construir um conteúdo relevante ao consumidor?

Na prática, a construção desse projeto pode vir de muitas maneiras. O essencial, antes de promovê-lo, é entender o público que se relaciona com a marca e quais são os meios de comunicação mais consumidos por eles. E é por isso que o conteúdo relevante não segue uma regra clara: ele se molda, de forma personalizada, às preferências do consumidor, sem que ele tenha consciência direta disso.

Isso significa dizer que se o público tem mais aderência ao formato de texto, uma newsletter informativa talvez seja uma das melhores estratégias de promover conteúdo relevante. Agora, se o cliente tem um perfil mais ágil, um vídeo de poucos minutos talvez seja o mais indicado. Quando há interesse em conteúdos mais aprofundados, vale pensar em um podcast.

Esse conhecimento pode ser feito, inclusive, por meio das redes sociais — principal espaço, hoje, para fornecer o conteúdo relevante. Por lá, é mais fácil conhecer os comportamentos do usuário e, dessa forma, saber como interagir com ele.

Mais uma vez: o que vale aqui é o conhecimento do público e a criatividade para trazer algo novo. Seja em multimídia ou em canal único, a divulgação por meio do conteúdo relevante hoje é a principal forma de se conectar com o consumidor e entregar a ele, no processo, vários dos valores da marca, bem como atributos do produto ou serviço ofertado.

Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos sobre o Mundo do CX


+ Notícias

WhatsApp secundário e a expansão do CX

UX: por que a experiência do usuário está intimamente ligada ao design da página?