Com a chegada do mês de novembro, as marcas começaram a se programar de forma profunda e direta para a Black Friday — uma das datas sazonais com mais saída de produtos em todo o ano. Dezenas de promoções, comunicações e estratégias são fundamentais para marcar o sucesso na última sexta-feira de novembro.

Mas será que a sua marca realmente consegue se sobressair na concorrência para concretizar um bom número de vendas?

Seja no e-commerce ou na loja física, a receita do sucesso para essa data é muito mais sobre como o cliente é tratado do que apenas uma promoção ou desconto anunciado para integrar à Black Friday. Ou seja: a construção de uma boa experiência do cliente (CX) faz toda a diferença para o balanço final das vendas.

Baixe grátis o e-book Mapa do CX Brasil 2022 – o mais completo estudo sobre o CX brasileiro

A importância de construir uma estratégia de CX na Black Friday

Destacar-se em um período no qual boa parte das lojas do País anunciam descontos é uma tarefa bastante árdua, mas não impossível. O melhor caminho é ir “contra a maré”: mais do que apresentar uma oferta, é preciso investir em um diferencial.

Bom atendimento, atenção aos detalhes da jornada, foco na proporção de uma experiência fluída e sem fricções são algumas das estratégias que, nessa data, fazem toda a diferença. Até porque o sentimento geral é de euforia e pressa e quando a marca fornece uma experiência livre de problemas, ela acaba saindo na frente.

Uma vez que o cliente compreende que o centro da estratégia da Black Friday é ele próprio, e não somente a data e a promoção — muitas vezes ínfima —, toda a percepção do consumidor sobre a marca se transforma.

A real importância de um bom CX na Black Friday, no fim, se baseia em três pilares: confiança, fluidez e agilidade. Com isso em mãos, o resultado é bem mais produtivo.

Pensando em auxiliar as marcas nesta data, separamos 3 dicas para ter um melhor desempenho em CX na última sexta-feira de novembro. Confira:

Informação clara e objetiva

Se o principal foco do consumidor é baseado em um momento de pressa e euforia, uma das mais importantes formas de conquistá-lo na Black Friday é pela comunicação. Em suma: quanto mais claro e objetivo for o anúncio e todas as informações necessárias para a realização da compra, melhor.

É comprovado que sites que trabalham a página de “boas-vindas” (inicial) do site e promovem uma jornada de compra, feita em poucos cliques, sem atritos, com informações claras e de forma organizada acabam saindo na frente nesta data.

Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos sobre o Mundo do CX

Ranqueamento nos buscadores também é CX

Outro ponto de destaque na promoção do customer experience para a Black Friday é o ranqueamento nos principais buscadores de pesquisa, como Google, Yahoo, entre outros. Pode parecer que não, mas um site bem posicionado nos buscadores demonstra confiança e um caminho “mais fácil” para o consumidor.

Em outras palavras: ter seu site ou e-commerce bem ranqueado é um atrito a menos na jornada de consumo para o cliente — partindo do princípio que mais de 90% dos consumidores utiliza esses caminhos para encontrar promoções nesta data.

Leia mais: Varejo e Black Friday: perspectivas e estratégias para acelerar vendas 

Atenção aos detalhes é um diferencial

A Black Friday no Brasil infelizmente se apresenta aos consumidores como uma oportunidade ambígua: um caminho para obter boas promoções ou mais uma possibilidade de ser “enganado” com descontos falsos, fraudes e/ou produtos que não chegam ao seu destino final — e geram uma baita dor e cabeça.

Sabendo disso, vale uma atenção especial aos pequenos detalhes que geram mais confiança para o consumidor e que, eventualmente, podem participar da jornada de compra. Informações de troca de produtos, tempo preciso de entrega, garantias de que o pedido será entregue são bons exemplos de segurança.

Vale aí o olhar empático: se o volume negativo sobre a data é grande, trazer caminhos seguros e confiáveis para o consumidor é um atributo que se diferencia da concorrência — e pode gerar um maior faturamento ao final da data.


+ Notícias

CX é promover engajamento em tempo real

5 perguntas sobre a jornada de consumo em CX para Fernando Moulin